Precursores de GH

 

 

GH é um hormônio que proporciona o aumento da síntese protéica, auxiliando na recuperação e construção muscular, o aumento da utilização de gordura pelas células para produção de energia e o aumento da energia do organismo e da força muscular.

O Hormônio do Crescimento é responsável pelos estímulos primários à confecção de outros hormônios, como as somatomedinas, que são sintetizadas no fígado e têm uma importância fundamental sobre o processo anabólico. Dentro deste processo de crescimento teremos o aumento da massa e força muscular, o desenvolvimento da ossatura e tendões e a facilitação da gordura corporal como forma de energia.

 

Contra indicações:

 

O consumo de Hormônio do Crescimento em sua forma sintética, é ilegal dentro das leis esportivas, e possui uma série de efeitos colaterais tais como: diabetes, ginecomastia, síndrome do túnel de carpo e acromegalia.

A suplementação de GH é chamada de hGH por ser precursora, ou seja, ela estimula a produção do hormônio do crescimento. Geralmente a suplementação de hGH é bem cara, os preços são altos devido a alta complexidade das matérias primas.

Para obter os benefícios do aumento da secreção de GH, foram estudadas formas naturais para este objetivo, para a sua obtenção através da utilização de aminoácidos. Esses aminoácidos terão que atuar sobre a hipófise anterior para que esta aumente naturalmente a sua produção de GH e assim se obtenham os resultados desejados desta estimulação. Porém, devido a sua importância ao controle do sistema hormonal a hipófise é protegida e isolada das substâncias que estão presentes na área cerebral, tornando a sua estimulação dependente de fatores indiretos. Sendo que para que isso ocorra é preciso que os aminoácidos, ultrapassem o sistema de proteção conhecido como “Barreira Sanguínea Cerebral”. Isto implica que a utilização dos aminoácidos deverá ocorrer sem que haja a competição de outros aminoácidos, pois esta diminui o numero destes que ultrapassam esta barreira e efetivamente exercem estimulação positiva sobre a hipófise.

Com este intuito, a utilização destes aminoácidos deverá ocorrer em um estado prévio de jejum protéico de ao menos 3 horas, para que não ocorra a competição dos aminoácidos administrados com aqueles que são decorrentes da alimentação. Dentre os aminoácidos utilizados para este objetivo, a Arginina e Ornitina, são os mais comuns, estudados e conhecidos pelos atletas, sendo que a Arginina, além desta função de estimulação da secreção de GH, é um dos precursores da produção de creatina no organismo.

O GH pode promover a perda de gordura através da lipólise e pela troca da produção de energia por utilização de gordura. Ou seja, o GH pode alterar a composição corporal aumentando a massa magra e reduzindo a gordura corporal.

 

 

Precursores de GH

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário